Como Controlar Crises de Pânico com 2 Princípios Nada Intuitivos: Auto Responsabilidade e Contágio Social (É Duro, Mas Funciona… E Muito Bem!) – Palavras do Ex-Portador de Pânico
Avalie esse artigo

Antes de ler esse post, por favor… Tome esses cuidados básicos!

Bom, esse artigo aqui não é pra qualquer um. O princípio da auto responsabilidade que utilizarei aqui e mais alguns ganchos que irei puxar, inclusive de um outro que chamo de fator comunidade (contágio social) pode ser muito duro para quem tem muitas crenças limitantes / negativas a respeito do controle de crises.aviso

Esse post não tem o intuito de ser perfeito, pode haver erro de português em algum lugar, e não quer dizer que serei o dono da verdade. Cada um sabe o que é melhor pra si e o que passarei a seguir foram os fatores principais mais básicos e pouco intuitivos para controle de crises de pânico.

A maneira que irei abordar aqui, será a mesma como se eu estivesse fazendo uma de minhas aulas ao vivo gratuitas. Então se você já assistiu alguma, vai ler como se eu mesmo estivesse falando pra você.

Preparado? Isso pode te ajudar DE VERDADE a controlar as suas crises e indo mais além, mudar sua vida pra melhor, se você realmente compreender o que irei passar a seguir. É realmente muito impactante e poderia ser até mesmo tema de uma aula ao vivo com 1 hora de duração.

Primeiro: Como Descobri o Princípio da Auto Responsabilidade para Controlar Crises de Pânico

Opa! É o Vini aqui e eu espero que esteja tudo bem contigo. 🙂

Durante os 8 meses que passei por episódios de crises de pânico (de 2013 para 2014), passei a ler muito a respeito e colocar muita coisa em prática pra ver o que funcionava ou não comigo, pq eu ficava em casa o tempo todo, com medo de sair e minha única alternativa era ficar no computador (na época eu achava que era a única), mas por um outro lado, estava buscando informações para controlar as crises de pânico. 

Diante dessa avalanche de conteúdo para controlar crises de pânico (artigos, vídeos, livros, fóruns e conselhos que pedi) até que li em algum fórum (não me recordo ao certo) que “O Poder Estava Comigo – Poder do quê? Poder de controlar as crises de pânico. Não estava no remédio, na terapia e muito menos nas consultas com o psiquiatra. O poder estava comigo, e isso era perfeito por que logo eu percebi que eu não dependeria de alguém pra conseguir controlar as crises de pânico. johnny-600x600

Passei a adquirir e colocar TUDO em prática, pagar o preço por aquilo até que consegui definitivamente controlar os episódios de crises de pânico.

Você também tem esse Poder, mas você não sabia… Até então 🙂

O Que você faria se descobrisse HOJE que você tem o poder pra controlar suas crises de pânico, se assim você realmente quiser? Se assim você realmente entender e acatar o que estou te falando. O que você está passando, EU SENTI NA PELE. Eu não apenas li em livros e em outros blogs e estou aqui enchendo línguiça, como grande parte do material que você encontra por aí onde são compartilhados práticas de um livro. O que estou te passando aqui, EU SENTI NA PELE, EU APLIQUEI e HOJE ESTOU AQUI COMPARTILHANDO o que EU VIVENCIEI.

Se você faz parte do grupo de pessoas que está procurando pontos pra criticar, leia isso.

Como eu sei que sempre tem críticos, eu vou dar uma atenção rápida e dedicar esse tópico a eles. Se você é do tipo de pessoa que está com crenças negativas aí do tipo:crítica-alheia

  • Crença que eu não posso ajudar o próximo pela minha idade;
  • Que só remédio funciona para controlar crises;
  • que é assim mesmo;
  • Que eu não sou médico pra ajudar;
  • Que eu sou irresponsável;
  • Há quem ache que eu sou “só mais um desses que escreve na internet pra chamar atenção”

Meu amigo, minha amiga, depois que descobri que poderia ajudar as pessoas na internet através desse trabalho e também fornecer soluções avançadas e profundas do que passei, passei a fazer isso com amor e carinho. Estou aqui desde Dezembro de 2014 e hoje tenho mais de 4.500 seguidores na data que escrevo isso (Atualizado 22/09).

Você acha mesmo que 4.517 pessoas ATIVAS acompanhariam o meu trabalho se eu realmente fosse isso tudo que você pensou ou está procurando pra criticar? Confie em mim, eu acredito que posso te ajudar! 🙂

Se você faz parte desse grupo de pessoas que tem crenças negativas, principalmente ao que me refere, mas serve também para qualquer tipo de crença, eu convido você nesse exato momento a assistir minha palestra online e gratuita onde eu falo sobre Reprogramação de Crenças Limitantes(Clique Aqui para Assistir). É gratuita, você não paga pra assistir. Se você tiver 1 hora e 36 minutos pra investir de tempo e conhecimento em si pra se tornar uma pessoa melhor, vá em frente.

Se você pode ser uma pessoa melhor, por que continuar sendo a mesma pessoa sempre?

Vamos continuar…

Então eu quero que daqui pra frente você confie em mim e confie no que irei te passar, se assim você quiser controlar crises de pânico, e indo mais além, controlar e RESOLVER TUDO na sua vida.

Se você não sentiu firmeza no que falei até agora, peço pra que até saia desse post e não perca tempo com isso.

Bem-vindo a Auto Responsabilidade.

A culpa é SUA, e não dos outros. Você é o responsável pelo resultado ser gerado. Calma que irei abordar isso com mais detalhes daqui pra frente, não se assuste tanto (ainda) e tenha em mente que isso É MUITO BOM e você vai entender a razão. Eu explico aqui nesse post ainda.

Resultados desse meu princípio para controlar crises de pânico:

É fácil? Não.
É rápido? Talvez. Depende de você (você vai entender já)
Dá certo? Pra todos, em tudo na sua vida.
É preciso super-poder ou uma pílula mágica pra funcionar? Jamais.
O que precisa então? Um cérebro. Você tem? Tem…
Está disposto a ler a compreender o que estou passando? E se for necessário, reler? Ótimo.
Está disposto a aplicar esse princípio na sua vida? Se ainda não sabe, no final desse artigo saberás.
Você pode controlar crises de pânico com ele? Claro que sim! Quem disse que não?

Porém, você precisa entender que o princípio da auto responsabilidade que eu uso bastante aqui no Projeto Instituta pode ser muito duro de ser compreendido agora, mas vamos com calma. O que isso quer dizer?

Se você tem crise de pânico ainda, a culpa não é do remédio que não funciona ou da terapia que não funciona. O problema está EM VOCÊ. E não leve isso como se fosse um “tapa na cara”, e sim como uma BOA NOTÍCIA. #oi?  Boa notícia? É.

Se o problema está EM VOCÊ, vai depender APENAS DE VOCÊ pra controlar as crises de pânico e eliminá-las de vez. Não vai depender dos seus parentes, dos seus amigos, dos seus remédios. Entenda que VOCÊ precisará pagar o preço pra eliminar isso, não importa se você passa por isso há 1 semana ou 30 anos. Para ter sucesso no controle de crises de pânico, você precisará pagar o preço! Seja o preço de enfrentar os seus medos, mudar sua alimentação, mudar o que você assiste na tv, mudar até mesmo seu círculo de amizades. É! Vamos lá que vou usar outra metáfora aqui dentro.

Ainda não acabou… Está gostando desse post?

Se você está gostando desse post, convido você a se cadastrar já na listas de pessoas que recebem meus e-mails com conteúdos sobre crises de pânico. Se você só passa por ansiedade, use o formulário do topo do site. Vamos continuar aqui esse super post que irá te ajudar muito! Continuando, vamos lá…

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

Contágio Social / Fator Comunidade

Não entrarei muito em detalhes aqui sobre o Contágio Social / Fator comunidade pq pode será assunto de outro post, mas deixa eu simplificar aqui em poucas palavras.medium_2137737248

O fator comunidade / contágio social é basicamente seu circulo de pessoas e como elas te influenciam positivamente ou negativamente. Você é a média das 5 pessoas que você mais anda. Isso quer dizer que se você anda com pessoas tristes e deprimidas, logo você também será uma pessoa triste e deprimida. E não sou eu que estou dizendo isso, e sim, a ciência!

E pior ainda, se essas 5 pessoas tem crenças negativas sobre o que você está passando, adivinha? Você também instalará essas crenças em você. Crenças como:

  • Esse remédio demora pra fazer efeito;
  • Esse tratamento é ruim;
  • O meu médico falou que é assim mesmo;
  • Um dia isso passa; (Pegando um gancho aqui… Que dia é esse? Cadê as metas? – pode ser até assunto de outro post, só que no meu site pessoal www.viniciustadeu.com.br onde o assunto de metas é relacionado com a proposta do mesmo)
  • Não tive resultados com “REMÉDIO TAL” – e você está tomando tal remédio;

Agora se você buscar um círculo de pessoas onde, no nosso contexto aqui, existam ex-portadores de pânico (eu, por exemplo. hehe), pessoas que realmente tiveram esse sucesso contra crises de pânico, você automaticamente e a nível até mesmo inconsciente terá atitude e comportamento das mesmas.

Como está seu círculo de pessoas agora? Pessoas que sofrem diariamente com crises de pânico ou pessoas que já se livraram dessa questão? Como são seus pensamentos diários? Positivos? Negativos? Novamente, como está seu círculo de pessoas? Pense nisso, e MUDE.

Puxando o gancho para a auto responsabilização

Novamente, a culpa é SUA por andar com esse círculo de pessoas. #Vixi… Agora complicou!

Parou pra pensar nisso também? É um negócio “muito doido”, mas ao mesmo tempo parece duro de pensar que tudo a culpa será sua, mas vamos usar outras palavras, você que é o responsável pelo resultado ser gerado ou não, seja ele positivo ou negativo. Melhorou, né? Não é mais tão duro.depende_de_voce

Se o resultado DEPENDE de você, por que raios você vai esperar outra pessoa? Faz sentido isso pra você ou ainda você tem crença limitante a respeito? É ÓTIMO que o resultado dependa de você, assim realmente só vai depender de você pra chegar lá!  Você pode sim utilizar a ajuda de outras pessoas nesse processo, mas quem será o responsável pelo esforço e dedicação SERÁ VOCÊ!

Aproveito pra compartilhar contigo uma metáfora que eu uso muito, e que fez todo sentido pra mim e fará pra você e que inclusive fez muito sucesso quando lancei a série de vídeos gratuitos da primeira turma do meu curso Desafio do Ex-Portador, em Maio de 2015.

Se as coisas não estão bem no seu mundo interior, elas não estarão bem no seu mundo exterior.

Qual é seu próximo passo então depois de entender o conceito de Auto Responsabilização?

Bom, o seu próximo passo é analisar é começar analisando 4 fatores essenciais:

1. Quem são as pessoas que você anda e como elas pensam?

Faça uma análise de quem está no seu círculo de pessoas e busque se misturar com pessoas que já tiveram sucesso contra o que você passa, se isso não for possível, situações semelhantes ou que tenham pensamentos de pessoas vencedoras! Eu quero, eu posso, eu consigo!

2. Como está a SUA alimentação?

Vai ver você está ingerindo muito estimulante! Evite alimentos estimulantes (café, coca-cola, energéticos, chá-mate, chá-verde, chocolate) e evite tb bebidas alcoólicas!

3. Analise a forma que você respira. É… Isso mesmo

Não sei se você sabe, mas a respiração pode causar também as crises de pânico. Ué? Como assim? Isso se dá ao fato de quando você faz um negócio chamado Hiper-ventilação que é quando você respira rápido demais a nível consciente ou inconsciente ao ponto de estimular os mesmos sintomas de quando você corre 100 metros sem parar na maior velocidade! Mãos suadas, calor, tonteira, coração acelerado e você se assusta achando que é uma crise, e como você já passou por esse episódio antes, acaba estimulando a crise e emitindo o sinal pro seu corpo que você está em perigo e precisa lutar ou fugir dali. Loucura, né?

Opte por realizar a respiração diafragmática mais suave e demorada. Para fazer isso, jogue o ar direto para a sua barriga e não deixe que infle os pulmões. Inspire pelo nariz devagar e solte o ar pela boca, tb devagar…

4. Você não vence o medo ficando na defensiva. A Cura do medo é a ação. Enfrente os seus!

Você precisará ENFRENTAR o seu medo. Passo a passo, pouco a pouco. Experimente dar um passo de cada vez em busca de vencer o seu medo.
Exemplo: Tem crises de pânico em lugares alto? Experimente se sentir confortável aos poucos em lugares baixo e vá subindo cada andar gradualmente, sempre enfrentando o seu medo. Em outras palavras, não tente correr uma maratona sem treinar antes. 😉

Ações Diferentes, Resultados Diferentes. Pergunta: Você tem feito as mesmas coisas sempre e esperado resultados diferentes?

Já parou pra pensar que isso é loucura, né? Fazer a mesma coisa sempre e esperar que isso melhore. Experimente fazer coisas novas para ter resultados novos. O que você pode fazer de novo pra melhorar isso? Ler um livro? Ver um vídeo novo? Colocar algo em prática? O que??

É isso aí! Eu confio e acredito em você e por isso estou aqui. Se eu posso, você também pode!

Quer me ajudar a ajudar mais pessoas? Até mesmo o seu parente ou conhecido?

Se você gostou desse post que fiz com muito carinho, eu peço que compartilhe com o máximo de pessoas que você puder para que mais pessoas possam ser beneficiadas com esse material e diminuam ou até mesmo eliminem os seus sofrimentos! Posso contar com você? Já deixei até os botões de compartilhamento aqui na página pra você compartilhar no seu facebook, twitter, google plus… Faça isso agora mesmo, mas ainda não acabou. Tenho um último pedido.

Quer receber mais conteúdo que eu tenho pra mandar sobre controle de crises de pânico e que não estão publicados no blog?

É simples. Para quem se cadastra na minha lista vip e gratuita de acompanhamento por e-mail, disponibilizo vídeos, artigos, mini-cursos gratuitos e muito mais que é totalmente do seu interesse. Se você só sofre com ansiedade normal, lá no topo do site tem um outro formulário de cadastro, use aquele. Mas se você passar por estados de crises de pânico e quer aprender realmente a controlar de vez e viver uma vida plena, eu convido você nesse momento a se cadastrar aqui abaixo por que tenho bastante conteúdo pra te mandar e que não está publicado aqui no blog. Que tal? Cadastra aí na lista e aguarda meus e-mails. É rápido e gratuito.

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >