Medo do Medo… Pânico do Pânico… Como Lidar Com o Medo de Ter Crise?
5 (100%) 1 vote

Medo do Medo

Alô é o Vini aqui e eu to muito feliz que você veio aqui pra esse post e acredito que será de extrema valia pra você. Além do post escrito que está mais detalhado, fiz um vídeo e estou anexando aqui abaixo. 🙂

Eu, como ex-portador de pânico, recebo muuuuuitas perguntas a respeito de como lidar com a questão do medo do medo, pânico do panico, medo da crise, pânico de crise e pra te ajudar com isso, eu decidi fazer esse novo post. Preparado? 😉

Acredito que o ponto crucial pra você lidar com isso, será realmente compreender o que irei te escrever a seguir e trazer isso pra sua realidade, e não apenas “ler” e depois fechar essa janela. Posso contar contigo? 🙂

Eu passei EXATAMENTE por isso!

Sim, eu sei exatamente o que você sente quando diz medo do medo, medo da crise, crise de pensar em crise.

medo do medo

medo do medo

Eu havia desenvolvido a síndrome do pânico, juntamente com as crises de pânico depois de quase morrer após tomar uma combinação de remédios que acelerou meu coração, elevou a pressão brutalmente, me deixou acelerado, visão branca e tontura, estava a beira da morte. Sim, ali era um perigo real.

De tanto essa situação se repetir, não sei dizer quando deixou de ser reação do remédio pra virar crise, mas de qualquer maneira, passei a ter medo de sentir aquelas sensações e sempre que passava por tal, já achava que iria morrer e relembrava toda aquela cena que aconteceu a primeira vez comigo na academia.

Partindo do Princípio

Primeiro precisamos entender o que são as crises, o que é o medo, processos e como você vai diminuir o seu medo de ter crises. Vamos lá que tentarei simplificar o máximo que conseguir, sem perder a eficácia. 🙂

O que é a Ansiedade?

Precipitação do futuro. E ela serve pra te proteger das situações de perigo, ou que você acha que são perigosas. Existe também a Ansiedade “boa”, aquela de coisas boas que vão acontecer no futuro que você mal consegue dormir esperando por esse dia chegar!

Mas vendo por um outro lado, não existe uma ansiedade “boa mesmo”. Eu vejo pessoas se rotulando como por exemplo

  • Sou ansiosa de carteirinha;
  • Sou muito ansiosa;
  • Vivo sempre preocupada;
  • Sou uma pessoa preocupada;

Meu amigo, minha amiga, entenda uma coisa, por mais duro que isso possa parecer.

Se rotular como ansioso, no sentido de como isso fosse “Fofo”, não é nem um pouco bom. Por mais que você passe a conhecer pessoas que também são ansiosas, ou seja, pessoas semelhantes a você, ainda não será bom. Lembra que eu comentei aqui no blog no post sobre 2 princípios nada intuitivos para controlar crises de pânico, através do Contágio Social, você é a média das 5 pessoas que você mais anda.

Agora imagina se você vive rodeado por pessoas ansiosas, medrosas, preocupadas, limitadas, como você acha que irá ficar? Forte? Confiante? Vivendo no presente?

E sobre ser preocupada, como diria Pedro Bial,

PREocupação é tão eficaz quanto mascar um chiclete pra tentar resolver uma equação de álgebra.Vídeo: Filtro Solar – Pedro Bial

E aí, continuará ainda se rotulando como Ansioso ou Preocupado? Pense.

Mas voltando aqui… A ansiedade é basicamente você tentando antecipar o futuro pra prever/preocupar pra se proteger/preparar daquela/para aquela situação.

O que é o Medo?

É um tipo de ansiedade. Precipitação do futuro de uma situação (potencialmente) perigosa, ou que você acha que é.

O que são as crises de pânico / ataque de pânico ?

Um estado mais avançado da Ansiedade.

As crise de pânico são as reações de luta x fuga que foram herdadas de nossos ancestrais, lá na época do homem das cavernas… Lembra? Certamente não! Mas já deve ter ouvido falar que eles precisavam sair pra caçar. E nesse meio tempo, eles tinham de ficar numa espécie de alerta pra se viesse algum predador pra atacá-los, eles se defendessem. Ou seja, lutar ou fugir com o manolo predador.

Medo x Perigo

Medo é seu pensamento te protegendo de uma situação.
Exemplo: Tenho medo de pular daqui de cima e morrer.

Perigo é realmente uma situação perigosa:
Exemplo: Se eu pular daqui de cima, eu posso morrer. Isso é perigoso.

Reação de Luta x Fuga / Sintomas de Crises

Dos mais comuns, são: Coração acelerado, suor, maos frias, sensação de morte, sensação de perder o controle, desrealização.

O coração acelera pra bombear mais oxigênio para seu corpo, sua respiração aumenta, seu tronco receber maior níveis de sangue para aumentar sua força e te deixar um pouco mais forte para lutar ou fugir, as mãos ficam frias pq os vasos sanguíneos se estreitam pra jogar o sangue pro seu tronco onde te deixa mais forte e te protege também.

Você DEVE compreender que o que está acontecendo com você É UMA REAÇÃO DO SEU CORPO PRA TE PROTEGER!!!!! É SEU CORPO AGINDO PRA TE PROTEGER PQ ELE ACHA QUE VOCÊ ESTÁ EM PERIGO, DEVIDO AOS SEUS PENSAMENTOS! (escrevi com o caps lock ativado mesmo). Compreenda isso E ACEITE. “Aceita que dói menos”, já ouviu alguém falar isso? No fundo aqui pra nós, É VERDADE e já vou explicar mais pra baixo porque esse aceita que dói menos é muito válido!

Medo dos Sintomas das Crise de Pânico

Imagina se todas as reações de Luta X Fuga fossem ativadas aos poucos que desastre ia acontecer? Lá na época das cavernas, viria o predador e o seu coração só fosse bombear mais sangue depois de 15 minutos? Certamente iria “móóóórrê!”. Concorda? Então o corpo pra te proteger sabiamente, ele interpreta aquilo que você está pensando como “perigoso” e ativa esses sintominhas de uma vez e te assustada, mesmo sabendo que é normal. Mas você sabe que dá pra reverter esse jogo. 😛

medo do medo

medo do medo

Aceita que dói menos! (Porque aceitar os sintomas de ansiedade…)

Eu quero que você NÃO PENSE numa bola de basquete azul com detalhes em rosa. NÃO PENSE NISSO. NÃO PENSE!!!

O fato é que… Você vai pensar. Entende? Se você ficar querendo NÃO SENTIR os sintomas, querer evitar, o fato é que você vai sentir. “Ai eu não quero que meu coração acelera”.

Reflita: quantas vezes você falou “Ai eu não quero que meu coração acelere” e ele simplesmente parou? (ou algum outro sintoma semelhante).

Quando você passar a sentir os sintomas de ansiedade, você deve imaginar que é única e exclusivamente a visita da sua sogra. Você manda a véia ir embora e fala “Não quero você aqui, sua insuportável!!!”? É claro que não. Você “aceita a véia que dói menos”.

Aceitou? Agora o que você quer?

Ótimo. Agora que você já viu que aceitar dói menos, é preciso focar NO QUE VOCÊ QUER. Você já sabe que falar o que você não quer irar atrair aquela coisa.

“Eu não quero o coração acelerado”, você vai continuar sentindo. Mas o que você quer?

– Eu quero mais saúde;
– Eu quero melhorar minha vida atual;
– Eu quero me sentir bem a todo momento”.

Entao, concluindo. Como lidar com o Pânico do Pânico?

Aqui nesse post você entendeu os processos por trás de uma crise e que os seus sintomas são apenas reações NORMAIS do seu corpo pra te proteger(ele está achando que você está em perigo e por isso dispara os sintoma) e isso é mais do que o necessário pra você começar a aprender a lidar com o medo do medo.

Assim que voce compreende e traz pra sua realidade, quando se ver numa situação delicada no futuro relacionada, verá que realmente essa compreensão foi necessária pra te dar tais resultados, resultados como eliminar crises de pânico, sintomas. 🙂

Mas, Vini… Eu já sabia disso e ainda continuo a ter crises. Tem jeito?

Eu acredito fortemente que o que está faltando em você agora é FÉ, não digo fé religiosa, e sim, FÉ EM VOCÊ. Em outras palavras, ACREDITAR, CRENÇA de que VOCÊ PODE. Se você repetir pra você mesmo(a) que “Eu posso controlar e me livrar das crises!”  várias vezes, durante os próximos dias, sua crença irá começar a mudar, e seus resultados também. Que resultados? Controle de crises. Ta na dúvida? Experimenta. Mas faça isso com FÉ. (não é religiosa, como eu disse. Eu não falo de religião aqui pq da uma treta enorme e sempre existe um que já chega na voadora pelos comentários. Imagina? )

E pra finalizar, eu compartilho com você uma frase minha.

Você pode controlar, quem disse que não? – Vinícius Tadeu, Projeto Instituta

3 Pedidos Finais…

  1. Deixa aquele comentário maroto aqui abaixo dizendo o que achou, se você quiser, é claro.
  2. Compartilhe com seus amigos, colegas, parentes… Aqui eu escrevi alguns motivos pra você compartilhar ou não os posts. Se quiser ler, só clicar aqui.
  3. Receba mais conteúdos exclusivos por e-mail que não são postados aqui no blog, Inscreva-se na minha lista VIP gratuitamente. A de Pânico é esse box de formulário abaixo e a de ansiedade é o box superior do site.

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

Isso é o Que Acontece Quando Você Não Compartilhar Com Seus Amigos Esse Tipo de Conteúdo (E O que Acontece Quando Faz Ao Contrário)
Avalie esse artigo

Isso é o que acontece quando você COMPARTILHA um dos posts aqui do Projeto Instituta: tumblr_lk8il4RO9N1qi9s7ao1_500

– Você contribui com o crescimento do Projeto Instituta para ajudar mais pessoas que podem ser seus parentes, amigos, colegas e até inimigos – Ninguém merece sofrer;
– Você ajuda a me ajudar mais pessoas e certamente a pessoa irá te agradecer pela indicação;
– Me ajuda a buscar mais forças para escrever o livro PRA VOCÊ;
– Contribuí como o intermediário na mudança de vida das pessoas, fazendo a diferença. Você já fez a diferença na vida de alguém hoje? Que tal fazer isso agora?
– Se apenas uma pessoa for beneficiada essas palavras do posto ou do Projeto, eu já me dou por satisfeito;
– Você agrega postagens úteis ao seu Facebook, e não mais somente vídeos de pegadinhas ou tragédias.


E agora isso é o que acontece quando você NÃO COMPARTILHA os posts aqui do Projeto Instituta

 0417
– Um grande número de pessoas continuará sofrendo sem necessidade pq vc deixou de apertar o botãozinho lá do face e compartilhar. Imagina?;
– As pessoas continuarão vivendo no piloto automático da vida delas e das crises, muitas vezes numa vida limitada.
– O Projeto Instituta dependerá de investimentos (dinheiro) para divulgar a nossa mensagem contra estados ansiosos para um número maior de pessoas, e isso será prejudicial pra mim e pra você, os custos irão aumentar por aqui e vai complicar. Imagina?
– Você abre espaço para compartilhar mais porcarias no Facebook e torná-lo aquilo viciante pra você ao ponto de prejudicar você no seu trabalho e até mesmo com as crises de pânico (já escrevi um post sobre isso aqui no site); 
– Com os custos elevados, escrever o livro ficará mais difícil, e manter o projeto ativo também;
– Mas se você não compartilhar e ainda sim o mesmo te beneficiar, ainda irei me dar por satisfeito. 
E aí o que você vai fazer com as dezenas de artigos do blog agora: compartilhar ou ignorar? 🙂

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

2 Estratégias Poderosas de Reprogramação Cerebral para Eliminação de Crises de Pânico Na Prática
Avalie esse artigo

Cheguei…

Oi, é o Vini aqui e eu tô muuuuuuuito feliz que você chegou até aqui. Borá lá que esse é mais um post sobre controlar síndrome do pânico e é bem longo. Escrevi tudo isso abaixo com muito carinho e com conteúdo extremamente impactante exclusivamente para você aqui que já acompanha ou está chegando hoje aqui no Projeto Instituta, e especialmente pra você que sofre com crises de pânico. 😉

Nós somos animais linguísticos! Podemos nos recriar linguisticamente para melhor ou para pior, isso vai fazer mais sentido pra você no decorrer desse post.

Já adianto que esse post é longo! Se você tem interesse no assunto, leia com atenção! 🙂

Mas aí… Só não vai querer escanear o post, né? Passar o mouse rolando por cima pra ver apenas um tópico. Ai ficarei chateado… Demorei 4 horas para escrever tudo isso, imagina você chega até aqui e escaneia em 5 segundos? Ficarei triste!

ATUALIZAÇÃO: Gravei um vídeo onde eu conto sobre a sacada valiosa do ex-portador que também se encaixa nesse post. Pode assistir o vídeo também e ler o post! 🙂

 

Esse post tem alto impacto de transformação, desde que você aplique. Muitas fichas irão cair…

O que vou compartilhar com você são técnicas EXCLUSIVAS para que você reprograme seu cérebro que eu descobri e que na NA PRÁTICA funcionaram MUITO bem pra mim, embora a PNL já existia antes disso. E uma dessas técnicas é EXCLUSIVA minha e você não irá encontrá-la em outro lugar, depois desse post poderá até encontrar hehe. Ficou até honrado em saber que isso veio de mim e que muitas pessoas já estão aplicando e tendo resultados!

Até o momento o conteúdo que irei compartilhar com você estava disponível apenas em meus materiais avançados e fechados, mas agora estou abrindo aqui publicamente pra você pq eu acredito que eu compartilhando, conseguirei impactar positivamente muito mais pessoas, afinal esse mesmo material não é intuitivo. E se mais pessoas tiverem acesso a ele, irei colaborar em diminuir as dificuldades que as mesmas passam, desde que aplique, é claro…

Já imaginou como seria se você tivesse o poder de entrar numa jornada de reprogramação cerebral e mudar a maneira que você pensa, fala e age para eliminação de crises de pânico? Vem comigo…

Exatamente aqui nesse post irei apresentar conceitos, ferramentas e exercícios para você reprogramar a maneira que você pensa, age e fala diante de crises e no seu dia-a-dia. E uma das sacadas que passarei aqui, você só encontrará aqui. Afinal, é uma técnica exclusiva minha que criei durante quando sofri com crises.

Aquele aviso rápido maroto antes de começar…
caution-152926_640

Novamente, esse post não tem intuito de ser perfeito e cada um sabe o que é melhor pra si. O conteúdo que compartilho aqui no Projeto Instituta foi totalmente APLICADO por mim, e não apenas lido em livros. Ou seja, não estou enchendo sopa de letrinhas aqui pra ganhar fama ou alguns compartilhamentos, e sim, passando o que realmente FUNCIONOU pra mim. O restante, é consequência. E em hipótese alguma deverá ser usado como substituto de consultas ou tratamentos. Grato. 🙂

Você faz parte dos 86% que está no PILOTO AUTOMÁTICO na sua vida?

86% das pessoas que me seguem, estão insatisfeitas com a vida ( Fonte: Última pesquisa minha – Julho/2015). E pelo menos 80% está no piloto automático. Trabalha num emprego que não é o que ela escolheu e faz isso pra ganhar dinheiro pra sustentar uma vida que não é a que ela queria, e pior ainda, ainda sofre com as crises. Como dar a volta por cima então diante de uma vida “tão difícil”? 
ps: As outras 6% já encontraram seus propósitos e estavam resolvendo as questões.

Vou te questionar algumas vezes, não fique bravo(a). Algumas fichas vão começar a cair..

Antes de falar de como dar a volta por cima, deixa eu pegar o gancho aqui da “vida tão difícil”…
Quem disse pra você que a vida precisa ser dura? Quem foi que disse que você precisa trabalhar das 08 às 18 pra ganhar dinheiro? Onde ta escrito que a vida precisa ser difícil? Quem foi que disse que o seu emprego atual é o único? Quem foi que disse que papai noel existe? E coelho da páscoa? Crenças… As crenças são como programinhas instalados em nossas cabeças, principalmente de acontecimentos passados, nossa infância e o contágio social (falei no post anterior – clique aqui pra ver) e podem ser mudadas através de acontecimentos de forte impacto emocional,

Se todos nós temos 365 dias por ano, 7 dias por semana e 24 horas por dia, porque algumas pessoas tem a vida tão boa e as outras “tão difícil”, se as mesmas condições são favoráveis pra todos? Seriam pessoas de ação Versus pessoas na zona de conforto? Seria a falta de foco de algumas pessoas? Quando digo foco, é FOCO de vida. E Não foco de sentar numa mesa vazia e produzir igual um louco. Esse é o poder do foco da nossa vida.

Onde você foca a sua vida? No problema ou na solução?

E se tu vier pra mim agora com o papo de que é pq elas nasceram ricas, eu sou obrigado a discordar. O simples fato de TER dinheiro não se sustenta, se você não SER e AGIR como uma pessoa financeiramente bem sucedida. É como TER uma FERRARI e não ser financeiramente bem sucedido pra bancar os gastos. Entende agora pq não se sustenta?
Então, se você realmente quiser eliminar as crises de pânico, precisará aprender a focar naquilo que realmente irá te trazer benefícios contra as crises e sair do piloto automático de viver por viver como agente passivo e aguardar que os resultados magicamente apareçam pra você tomando comprimidos diários.

Vini, e remédio pra síndrome do pânico? Resolve? Cura? É bom? Você indica?

Vê se você compartilha o mesmo tipo de pensamento que eu… Se o remédio resolvesse, porque existem pessoas que tomam há anos e ainda não se livraram das crises? (Não estou julgando o remédio, calma lá hein).homem-de-remedios1
O remédio ajuda sim. Ele te proporciona um ambiente FAVORÁVEL pra VOCÊ mudar esse jogo, mas se você ficar esperando na frente da tv e assistindo o Marcelo Rezende falando “Corta Pra Mim” e assistindo notícias de tiro, morte, o tempo todo e e esperando que ele resolva sua vida, é melhor sentar pq você vai cansar…
É duro? Claro que sim. Não tô aqui pra passar a mão na cabeça de ninguém, e sim PRA TE AJUDAR a mudar o seu tipo de percepção do mundo ( o seu Mindset ) e dos problemas pra que você tome ações com foco em resolver e não em reclamar. Meu jeito é assim mesmo.. Se você achar que estou falando “duro de mais” é só imaginar como se fosse igual nas minhas aulas ao vivo. Palavras não expressam sentimentos e isso é ruim.

Como se livrar das crises de pânico?

panic
Se você quer realmente se livrar das crises, precisará tomar AÇÕES que estejam alinhadas fortemente com seu  PROPÓSITO/RAZÃO/PORQUE maior que irei comentar a seguir.
Tem poder quem age. E mais poder ainda quem age na direção certa. – (Paulo Vieira, O Poder da Ação)

Você está no piloto automático das crises?

Você simplesmente faz os tratamentos porque tem que fazer ou tem uma razão por trás, tipo voltar a viajar ou ir pra academia?
Pare e pense: Imagine que estou na sua frente agora e eu te pergunto:
Qual a sua RAZÃO/PORQUE/PROPÓSITO (você escolhe como quer chamar) para lutar contra as crises?
O que você me responderia? 🙂

Você tem uma RAZÃO/PORQUE/PROPÓSITO?1

Já parou pra pensar que você pode estar lutando com algo sem motivo algum? Se você não tem motivo, de onde irar buscar a sua MOTIVAÇÃO? (Pliimmmmmmmmm…. Olha as fichas caindo…).

Se você não sabe, deixa eu te ajudar com um exemplo simples.

Responda: O que você tenta fazer hoje que as crises de impedem, mas que você gostaria de voltar a fazer muito? Poderá ser um (ou mais) grande motivo.

Ainda não acabou… Está gostando desse post?

Cadastre-se na minha lista e receba mais materiais exclusivos. Se você sofre apenas com ansiedade, use o formulário do topo do site. Mas se sofre com crises, use o formulário abaixo.

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

 

Vamos ver se eu acertei quando você foi diagnosticado com pânico e o que fez… Ou se errei e foi bola fora…

As chances são (quase sempre) que você foi diagnosticado com crises de pânico por algum motivo (talvez você saiba, talvez não – se souber é 50% resolvido) e a primeira coisa que você fez(assim como eu) foi:

  1. Ir ao pronto-socorro (se a primeira crise foi de repente)
    ou
  2. direto à um psicólogo ou psiquiatra buscar tratamento (terapia e/ou remédio).

Certo? Bola dentro! Tem algo de errado com isso? É claro que não!

Mas… olhando um pouco mais adiante, há sim um problema… E muito grave e que pode ser até mesmo o SEU!omg1

– Aguardar que num passe de mágicas os fatores externos (remédios, etc) tragam o resultado (“a cura”, controle, eliminação) que ela tanto espera…

Como grande maioria da população, quando se vê diante de um problema, se coloca como o passivo ou a vítima da situação e simplesmente aguardar que as condições exteriores resolvam os problemas delas. Geralmente quando contam algo “trágico” acabam colocando uma quantidade enorme de detalhes para que a pessoa que leia/ouça aquilo, sinta pena/dó. Conhece alguém assim?

Em outras palavras, aguarda que o remédio “cure” a vida dela. E se o remédio nao faz efeito, ela reclama e fala que não aguetna mais. Mas não é bem assim… Não estou condenando o uso de remédios, de maneira alguma. Eu já vou chegar no ponto aqui, mas mais pra baixo…

E quando você vira o AGENTE PASSIVO / A VÍTIMA da situação, se culpando ou aguardando as coisas acontecerem na sua vida, VOCÊ PERDE O PODER, não só de controlar as crises, como o PODER de CONTROLAR e CRIAR SUA PRÓPRIA VIDA.

Você tem o PODER para Controlar e Eliminar as Crises. Você só precisa se tornar o AGENTE ATIVO da circunstância (Vinícius Tadeu, Projeto Instituta)

No entanto, deixa eu te fazer uma pergunta que vai fazer você coçar a cabeça…mulher-coca-cabeca-dermatite-doenca-pele-saude-5044

Quando você sai na rua, você sai por sair? Tipo “Ah, hoje eu vou sair” .. Pra onde? “Não sei… vou sair apenas””. Não, né? Quando você sai, 99,9% das vezes você tem um PORQUE, uma RAZÃO pra sair de casa. Seja ir no mercado, seja ir numa consulta, seja fazer uma viagem. E onde eu quero chegar com isso?
Quando você tem essa RAZÃO BEM DEFINIDA você tem uma caminho pra seguir. Agora se você não tem, uma coisa eu te digo.
Se você não sabe pra onde vai (razão), qualquer caminho serve.
Imagine sair na rua com aquele monte de ruas. Se você não sabe onde quer chegar, qualquer rua irá servir.
Mas no nosso contexto aqui de crises, as coisas mudam… Se você não sabe pra onde vai (sua razão pra sair das crises), NENHUM caminho vai servir (tão bem).

Como assim, Vini? Nenhum?

 

É isso mesmo, se você não tem um porque bem definido ou até mesmo um porque bem fútil, você simplesmente fará os tratamentos porque precisam ser feitos, como se fosse um emprego fixo que te obriga a trabalhar das 8 às 18, mas que voce preferiria não estar la.

Como você se motivará a agir em busca no sucesso contra as crises sem um porque definido?

Qual era o MEU porque?

 
No meu caso, eu tinha um porque muito bem definido. Eu queria voltar pra a academia! Eu tinha um corpo relativamente aceitável na época (pra mim), mas quando comecei com esses episódios, emagreci e comecei a engordar e a autoestima ohhhh…. Foi lá no fundo do poço. Então meu porque era voltar a treinar!
Então eu tinha um MOTIVO(razão) pra lutar(ação) contra as crises. Uma FORTE razão que me fazia levantar todo dia e buscar resolver isso o quanto antes, afinal, EU ESTAVA NO COMANDO. Eu acredito no seu poder pessoal de resolver as coisas! Seja o AGENTE ATIVO, e NÃO O PASSIVO que só reclama das coisas.

Você foca no problema ou na solução?

 
Quando o pneu do seu carro fura, o que você fala?
1. Puxa! A bos#23@2 do Pneu do carro furou logo agora? Vou me atrasar! Estou ferrado!
ou
2. Puxa, o pneu do carro furou! Não dei atenção necessária a ele! O que eu preciso fazer pra trocá-lo agora?
E quando você tem uma crise, o que você fala? 😛
1. $(*#$(*^#$* de novo essa 8#$&*7 de crise?? Não aguento mais tudo isso, já fiz e tudo e nada da certo pra mim. Isso nunca vai passar.
ou
2. É ótimo que estou tendo crise novamente, por mais difícil que seja lidar com elas, é sinal de que as coisas comigo ainda não estão 100% Oks e me vitimizar não vai resolver o que estou passando, e muito menos fazer com que as pessoas sintam pena de mim. No entanto, quais são as alternativas que tenho para buscar ter resultados diferentes contra essas crises? O que causou esse última crise? Foi o café? Foi a palestra? O que foi? Como posso resolver para que isso não aconteça de novo? Parar de assistir tv? Parar de me relacionar com pessoas pessimistas? O que?
Bom, guarda pra você a resposta. Mas qualquer uma das falas que você comunicar, eu sou obrigado a CONCORDAR com você!
Se você acredita que pode ou acredita que não pode, em ambos os casos você está certo. É melhor você mudar para que PODE porque assim você aumenta significativamente suas chances de eliminar as crises. Afinal, se você PODE, você PODE! Mas se você acredita que não pode, porque irá se esforçar então? Faz sentido pra você?
Onde você foca na sua vida? Se você não sabe, dá uma lida nesse post que fiz no meu site pessoal. Mas cuidado que esse material avançado é de forte impacto (positivo) na sua vida. Clique AQUI para ler sobre O PODER DO FOCO.. 😉
Se você tem o poder de escolher onde focar, foque naquilo que pode e não naquilo que não pode. Pode na resolução, e não no problema. (Vinícius Tadeu, Projeto Instituta)

A Sacada do “Ex-Portador” que eu Criei que é PODEROSÍSSIMAbrushes hommer os simpsons - png photoscape by thataschultz4

Bom, antes de eu entrar na primeira sacada que é a da comunicação de EX-PORTADOR, preciso usar um exemplo pra você que trata de DINHEIRO e DÍVIDAS pra que você realmente entenda o conceito e quão poderoso ele é.
Imagina uma pessoa que é cheia de dívidas hoje, mais especificamente tem 50 mil reais de saldo devedor hoje e por conta disso ela sempre lembra das mesmas, lembra e reforça que está sem dinheiro e age e fala como pessoa pobre e sem dinheiro. 
 
Eu te pergunto:  Qual a chance dela dar a volta por cima muito mais rápido? Baixíssima, não é mesmo? Já que ela ta agindo e falando como pessoa que vê o dinheiro como algo escasso, difícil e que está cheia de dívidas e não tem mais jeito, segundo ela.
 
Agora imagina essa mesma pessoa recebendo um cheque de 3 milhões de reais HOJE, porém, esse valor só será compensado na conta dela daqui 3 anos. – Um acontecimento 
Ai eu te pergunto novamente: Você acha que daqui pra frente ela vai agir e falar como se fosse uma pessoa pobre e cheia de dívidas? É claro que não! Ela sabe que daqui a 3 anos ela irá quitar essas dívidas e ainda terá uma grande quantidade de dinheiro pra ela fazer o que bem entender.

Como isso é trazido e aplicado no nosso contexto…

 
Imagina você, assim como eu, usar esse mesmo conceito de dívidas e dinheiro mas no caso, remover o reforço de que está com crises, que está ruim e aconteceu um acontecimento agora (literalmente) que fará você pensar, falar e agir como um ex-portador de pânico que não sente medo, insegurança, sensação de vazio…
Comunicação Verbal:
 
Eu tenho síndrome do Pânico
ou
Eu sou ex-portador de pânico?
Comunicação não verbal:
Agia com medo, desconfiado, inseguro e sensação de vazio
ou
Agia normalmente como um ex-portador de pânico?
Bom, eu já falei todas e preciso confessar pra ti que reforçar que você tem síndrome do pânico, que tem medo, insegurança, sensação de vazio, depressão, NÃO IRÁ te catapultar em busca do sucesso contra crises. Afinal, se você está reforçando isso pra si mesmo, só está mandando uma mensagem que fará você lembrar disso e eu não consigo enxergar um bom motivo pra você se recordar de tal.
Agora imagina depois que eu mudei esse padrão verbal para que eu era EX-PORTADOR DE PÂNICO e que não tinha mais crises, então não precisaria mais ficar com medo, inseguro e com sensação de vazio? Como você acha que foram os resultados? ÓTIMOS. Afinal, se eu passei a reforçar pra mim mesmo que não tenho mais isso, pq raios vou agir com medo, insegurança, etc?

Talvez você se pergunte…

 “Vini, mas se eu mudar e falar a partir de hoje que sou EX-PORTADOR DE PÂNICO, vai funcionar rápido?”
Não digo que será rápido e nem que irá demorar, mas você terá resultado um diferente. No caso da Franciele Santos, essa sacada caiu como uma luva que ela se livrou das crises muito rápido (Assista o Depoimento dela aqui).

Liste as Suas Dificuldades – O Que As Crises de Impedem de fazer hoje?

Esse ponto é chave também. Você precisa saber ONDE ESTÁ HOJE e o que AS CRISES DE IMPEDEM DE FAZER. Afinal, se você não sabe onde está e pra onde quer ir, não vai adiantar.
Vamos lá, papel e caneta e bora identificar.
O que você TEM MEDO ou EVITA por conta das crises?
Exemplos:
  1. “Eu evito ir na academia por medo de morrer”
  2. “Eu tenho medo de andar de ônibus e passar mal e as pessoas rirem de mim”
  3. “Eu tenho medo de lugares fechados por achar que ficarei preso”Faça as suas agora…
    1.
    2.
    3.
    (quantas achar necessário, não há limite)

PLIMMMMMMMMM… Olha as fichas caindo novamente…

Olha a quantidade de coisas que você reforça pra si mesmo diante às suas dificuldades? Como você irá buscar forças para continuar? Como você criará situações favoráveis pra você se livrar dessas crises?

Ainda não acabou… Está gostando desse post?

Cadastre-se na minha lista e receba mais materiais exclusivos. Se você sofre apenas com ansiedade, use o formulário do topo do site. Mas se sofre com crises, use o formulário abaixo.

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

Vamos deixar isso mais gostoso de jogar?

Imagina que as crises de pânico são como um jogo. Você gosta de perder um jogo? Eu não. – (Vinícius Tadeu, Projeto Instituta)

Vamos mudar esse padrão agora em busca do sucesso contra as crises!

Quando você se ver diante daquele tipo de pensamento e/ou situação, você vai mudar o seu padrão linguístico imediatamente e REFORÇAR isso DIARIAMENTE pra você ao ponto de instalar uma nova crença na sua mente de que você realmente pode e isso se torne a nível normal de pensar, agir e comunicar:

  1. Sou capaz de ir na academia e treinar normalmente, não tenho que me preocupar em ter ou não crises e muito menos de morrer, afinal, sou ex-portador de pânico a partir de agora e irei agir como tal. Ex-portadores de pânico tem medo de ônibus? Não! Então eu também sou e não tenho!
  2. Me sinto bem andando de ônibus. Não tenho medo de passar mal durante a viagem, afinal, eu sou ex-portador de pânico e partir de agora eu irei agir como tal. Ex-portadores de pânico tem medo de ônibus? Não! Então eu também sou e não tenho!
  3. Me sinto bem em lugares fechados e isso não me traz medo. Sou ex-portador de pânico e já que eu não tenho mais pânico, irei agir como tal e não terei medo.

Imagina você com esse tipo de pensamento e forma de agir diariamente? Como você acha que irá se sentir daqui 1 semana? 2? 3? Teste e me fale! Eu quero que você me escreva um e-mail dizendo!
SEU PRÓXIMO PASSO PARECE “IDIOTA DEMAIS PRA FAZER” MAS NÃO É… JUST DO IT!

Bom… seu próximo passo é IMPORTANTÍSSIMO! É justamente REFORÇAR isso diariamente pra você mesmo até que essas novas crenças e padrões sejam instalados, assim como se fosse um hábito. Será desconfortável no começo, afinal, você precisará sair da sua zona de conforto pra mudar esse padrão. Você está disposto a pagar o preço por isso para se livrar das crises? Aqui te apresentei mais uma PODEROSA ferramenta que faz parte do meu programa fechado e avançado.

Se você ainda está lendo até aqui, certamente está completamente interessado em se livrar das crises. Então seu próximo passo agora é fazer DIARIAMENTE o reforço dessas crenças pra você. E como você fará isso?

ATENÇÃO para o Passo a passo:

  1. Pegue um caderno com algumas folhas vazias e caneta;
  2. Qual foi o primeiro item da sua lista de mudança de comunicação? (Ex: Sou capaz de ir na academia…….);
  3. Pegue esse item e ESCREVA 50 (CINQUENTA) vezes no seu caderno. ESCREVA NO CADERNO, e não no computador;
  4. E para CADA vez que você escrever a frase, irá FALAR e REPETIR EM VOZ ALTA mais 4 (quatro vezes).
    Obs: Se você colocou 15 itens, DEVERÁ fazer com os 15, caso contrário, suas chances de continuar tendo crises aumentam. Você quer isso pra você? Não né? Então faça e deixe de se importar se isso será “ridículo” ou “idiota demais pra eu fazer”. Igual aquele negócio da Nike:  “Just do it” = Apenas faça.

Mas porque tudo isso, Vini?

Parai instalar essas novas crenças, precisaremos criar novas conexões neurais e só tem dois jeitos (que eu conheço) pra isso:
Um acontecimento de alto impacto emocional ou repetir insistentemente pra nós. No nosso caso, iremos usar a segunda. Novamente, just do it. 😉

E se você chegou até aqui(parabéns) e nao praticou nada do que passei, saiba que não haverá mudanças positivas, digamos que você ficará num ponto neutro. É isso que você quer? Não! Então, PRATIQUE os ensinamentos. Saia da Sua Zona de Conforto! Confie em mim, eu acredito que juntos podemos virar esse jogo! Deixa o conhecimento comigo e seja o esforço e dedicação! Alinhando o conhecimento com esforço e dedicação, o SUCESSO É INEVITÁVEL. TÔ CONTIGO!!!

Conclusão e 2 RECADOS FINAISbob

Essa é mais um tipo ação (atitude e comportamento) que você vai tomar alinhada com o seu propósito que irá encaminhar você para o sucesso contra as crises de pânico. SAIA DO PILOTO AUTOMÁTICO! Acompanhe o Projeto Instituta, acompanhe o meu trabalho e juntos, vamos fazer A SUA transformação e/ou a de seus parentes e/ou conhecidos! Se esse post fizer a diferença para uma única pessoa, eu já estou satisfeito! E se essa pessoa é VOCÊ, gratidão!

Agora tenho 2 (dois) RECADOS pra passar.

Recado 01 de 02: Me ajude a Ajudar mais pessoas – Por favor, me ajude a espalhar essa mensagem! Compartilhe esse artigo! Eu faria o mesmo por você!

Eu realmente acredito que esse post é de alto impacto contra astumblr_lk8il4RO9N1qi9s7ao1_500 crises de pânico e se o mundo soubesse do material contigo aqui, com certeza teríamos muito menos sofrimento. Compartilhei essas informações com você e agora preciso que você me ajude a espalhar essa mensagem para um número máximo de pessoas. Dessa forma você ajuda o Projeto Instituta a crescer e diminuir o sofrimento das pessoas e tirar também as mesmas do piloto automático e alavancando-as para o Sucesso Contra Crises, de Vida (Pessoal e Profissional).

Compartilhando o Artigo, o que acontece?

– Você contribui com o crescimento do Projeto para ajudar mais pessoas que podem ser seus parentes, amigos, colegas e até inimigos – Ninguém merece sofrer;
– Você ajuda a me ajudar mais pessoas e certamente a pessoa irá te agradecer pela indicação;
– Me ajuda a buscar mais forças para escrever o livro PRA VOCÊ;
– Contribuí como o intermediário na mudança de vida das pessoas, fazendo a diferença. Você já fez a diferença na vida de alguém hoje? Que tal fazer isso agora?
– Se apenas uma pessoa for beneficiada essas palavras do posto ou do Projeto, eu já me dou por satisfeito;
– Você agrega postagens úteis ao seu Facebook, e não mais somente vídeos de pegadinhas ou tragédias.


Mas se você não compartilhar e ignorar, o que acontece:

– Um grande número de pessoas continuará sofrendo sem necessidade pq vc deixou de apertar o botãozinho lá do face e compartilhar. Imagina?;
– As pessoas continuarão vivendo no piloto automático da vida delas e das crises, muitas vezes numa vida limitada.
– O Projeto Instituta dependerá de investimentos (dinheiro) para divulgar a nossa mensagem contra estados ansiosos para um número maior de pessoas, e isso será prejudicial pra mim e pra você, os custos irão aumentar por aqui e vai complicar. Imagina?
– Você abre espaço para compartilhar mais porcarias no Facebook e torná-lo aquilo viciante pra você ao ponto de prejudicar você no seu trabalho e até mesmo com as crises de pânico (já escrevi um post sobre isso aqui no site); 
– Com os custos elevados, escrever o livro ficará mais difícil, e manter o projeto ativo também;
– Mas se você não compartilhar e ainda sim o mesmo te beneficiar, ainda irei me dar por satisfeito.
 
Em vista dos dois casos, qual você irá escolher fazer agora? Apertar o botãozinho de compartilhar ou ignorar ? 

Recado 02 de 02: – Receba meus materiais que não são publicados aqui no Blog. É gratuito.vinicius tadeu

Já são mais de 3.500 seguidores ATIVOS que acompanham e recebem os meus e-mails. O que você está esperando para se juntar também? Se você sofre APENAS com ansiedade, use o formulário de cadastro do TOPO do site. Mas se você sofre com CRISES, cadastra nesse aqui abaixo que além disso, vou te enviar gratuitamente 1 dos meus 3 livros digitais:
1 Manual Prático com 10 técnicas de enfrentamento de crises – Vinícius Tadeu
Mas não esquece de compartilhar esse post pra me ajudar a ajudar mais pessoas…

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

Como Controlar Crises de Pânico com 2 Princípios Nada Intuitivos: Auto Responsabilidade e Contágio Social (É Duro, Mas Funciona… E Muito Bem!) – Palavras do Ex-Portador de Pânico
Avalie esse artigo

Antes de ler esse post, por favor… Tome esses cuidados básicos!

Bom, esse artigo aqui não é pra qualquer um. O princípio da auto responsabilidade que utilizarei aqui e mais alguns ganchos que irei puxar, inclusive de um outro que chamo de fator comunidade (contágio social) pode ser muito duro para quem tem muitas crenças limitantes / negativas a respeito do controle de crises.aviso

Esse post não tem o intuito de ser perfeito, pode haver erro de português em algum lugar, e não quer dizer que serei o dono da verdade. Cada um sabe o que é melhor pra si e o que passarei a seguir foram os fatores principais mais básicos e pouco intuitivos para controle de crises de pânico.

A maneira que irei abordar aqui, será a mesma como se eu estivesse fazendo uma de minhas aulas ao vivo gratuitas. Então se você já assistiu alguma, vai ler como se eu mesmo estivesse falando pra você.

Preparado? Isso pode te ajudar DE VERDADE a controlar as suas crises e indo mais além, mudar sua vida pra melhor, se você realmente compreender o que irei passar a seguir. É realmente muito impactante e poderia ser até mesmo tema de uma aula ao vivo com 1 hora de duração.

Primeiro: Como Descobri o Princípio da Auto Responsabilidade para Controlar Crises de Pânico

Opa! É o Vini aqui e eu espero que esteja tudo bem contigo. 🙂

Durante os 8 meses que passei por episódios de crises de pânico (de 2013 para 2014), passei a ler muito a respeito e colocar muita coisa em prática pra ver o que funcionava ou não comigo, pq eu ficava em casa o tempo todo, com medo de sair e minha única alternativa era ficar no computador (na época eu achava que era a única), mas por um outro lado, estava buscando informações para controlar as crises de pânico. 

Diante dessa avalanche de conteúdo para controlar crises de pânico (artigos, vídeos, livros, fóruns e conselhos que pedi) até que li em algum fórum (não me recordo ao certo) que “O Poder Estava Comigo – Poder do quê? Poder de controlar as crises de pânico. Não estava no remédio, na terapia e muito menos nas consultas com o psiquiatra. O poder estava comigo, e isso era perfeito por que logo eu percebi que eu não dependeria de alguém pra conseguir controlar as crises de pânico. johnny-600x600

Passei a adquirir e colocar TUDO em prática, pagar o preço por aquilo até que consegui definitivamente controlar os episódios de crises de pânico.

Você também tem esse Poder, mas você não sabia… Até então 🙂

O Que você faria se descobrisse HOJE que você tem o poder pra controlar suas crises de pânico, se assim você realmente quiser? Se assim você realmente entender e acatar o que estou te falando. O que você está passando, EU SENTI NA PELE. Eu não apenas li em livros e em outros blogs e estou aqui enchendo línguiça, como grande parte do material que você encontra por aí onde são compartilhados práticas de um livro. O que estou te passando aqui, EU SENTI NA PELE, EU APLIQUEI e HOJE ESTOU AQUI COMPARTILHANDO o que EU VIVENCIEI.

Se você faz parte do grupo de pessoas que está procurando pontos pra criticar, leia isso.

Como eu sei que sempre tem críticos, eu vou dar uma atenção rápida e dedicar esse tópico a eles. Se você é do tipo de pessoa que está com crenças negativas aí do tipo:crítica-alheia

  • Crença que eu não posso ajudar o próximo pela minha idade;
  • Que só remédio funciona para controlar crises;
  • que é assim mesmo;
  • Que eu não sou médico pra ajudar;
  • Que eu sou irresponsável;
  • Há quem ache que eu sou “só mais um desses que escreve na internet pra chamar atenção”

Meu amigo, minha amiga, depois que descobri que poderia ajudar as pessoas na internet através desse trabalho e também fornecer soluções avançadas e profundas do que passei, passei a fazer isso com amor e carinho. Estou aqui desde Dezembro de 2014 e hoje tenho mais de 4.500 seguidores na data que escrevo isso (Atualizado 22/09).

Você acha mesmo que 4.517 pessoas ATIVAS acompanhariam o meu trabalho se eu realmente fosse isso tudo que você pensou ou está procurando pra criticar? Confie em mim, eu acredito que posso te ajudar! 🙂

Se você faz parte desse grupo de pessoas que tem crenças negativas, principalmente ao que me refere, mas serve também para qualquer tipo de crença, eu convido você nesse exato momento a assistir minha palestra online e gratuita onde eu falo sobre Reprogramação de Crenças Limitantes(Clique Aqui para Assistir). É gratuita, você não paga pra assistir. Se você tiver 1 hora e 36 minutos pra investir de tempo e conhecimento em si pra se tornar uma pessoa melhor, vá em frente.

Se você pode ser uma pessoa melhor, por que continuar sendo a mesma pessoa sempre?

Vamos continuar…

Então eu quero que daqui pra frente você confie em mim e confie no que irei te passar, se assim você quiser controlar crises de pânico, e indo mais além, controlar e RESOLVER TUDO na sua vida.

Se você não sentiu firmeza no que falei até agora, peço pra que até saia desse post e não perca tempo com isso.

Bem-vindo a Auto Responsabilidade.

A culpa é SUA, e não dos outros. Você é o responsável pelo resultado ser gerado. Calma que irei abordar isso com mais detalhes daqui pra frente, não se assuste tanto (ainda) e tenha em mente que isso É MUITO BOM e você vai entender a razão. Eu explico aqui nesse post ainda.

Resultados desse meu princípio para controlar crises de pânico:

É fácil? Não.
É rápido? Talvez. Depende de você (você vai entender já)
Dá certo? Pra todos, em tudo na sua vida.
É preciso super-poder ou uma pílula mágica pra funcionar? Jamais.
O que precisa então? Um cérebro. Você tem? Tem…
Está disposto a ler a compreender o que estou passando? E se for necessário, reler? Ótimo.
Está disposto a aplicar esse princípio na sua vida? Se ainda não sabe, no final desse artigo saberás.
Você pode controlar crises de pânico com ele? Claro que sim! Quem disse que não?

Porém, você precisa entender que o princípio da auto responsabilidade que eu uso bastante aqui no Projeto Instituta pode ser muito duro de ser compreendido agora, mas vamos com calma. O que isso quer dizer?

Se você tem crise de pânico ainda, a culpa não é do remédio que não funciona ou da terapia que não funciona. O problema está EM VOCÊ. E não leve isso como se fosse um “tapa na cara”, e sim como uma BOA NOTÍCIA. #oi?  Boa notícia? É.

Se o problema está EM VOCÊ, vai depender APENAS DE VOCÊ pra controlar as crises de pânico e eliminá-las de vez. Não vai depender dos seus parentes, dos seus amigos, dos seus remédios. Entenda que VOCÊ precisará pagar o preço pra eliminar isso, não importa se você passa por isso há 1 semana ou 30 anos. Para ter sucesso no controle de crises de pânico, você precisará pagar o preço! Seja o preço de enfrentar os seus medos, mudar sua alimentação, mudar o que você assiste na tv, mudar até mesmo seu círculo de amizades. É! Vamos lá que vou usar outra metáfora aqui dentro.

Ainda não acabou… Está gostando desse post?

Se você está gostando desse post, convido você a se cadastrar já na listas de pessoas que recebem meus e-mails com conteúdos sobre crises de pânico. Se você só passa por ansiedade, use o formulário do topo do site. Vamos continuar aqui esse super post que irá te ajudar muito! Continuando, vamos lá…

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

Contágio Social / Fator Comunidade

Não entrarei muito em detalhes aqui sobre o Contágio Social / Fator comunidade pq pode será assunto de outro post, mas deixa eu simplificar aqui em poucas palavras.medium_2137737248

O fator comunidade / contágio social é basicamente seu circulo de pessoas e como elas te influenciam positivamente ou negativamente. Você é a média das 5 pessoas que você mais anda. Isso quer dizer que se você anda com pessoas tristes e deprimidas, logo você também será uma pessoa triste e deprimida. E não sou eu que estou dizendo isso, e sim, a ciência!

E pior ainda, se essas 5 pessoas tem crenças negativas sobre o que você está passando, adivinha? Você também instalará essas crenças em você. Crenças como:

  • Esse remédio demora pra fazer efeito;
  • Esse tratamento é ruim;
  • O meu médico falou que é assim mesmo;
  • Um dia isso passa; (Pegando um gancho aqui… Que dia é esse? Cadê as metas? – pode ser até assunto de outro post, só que no meu site pessoal www.viniciustadeu.com.br onde o assunto de metas é relacionado com a proposta do mesmo)
  • Não tive resultados com “REMÉDIO TAL” – e você está tomando tal remédio;

Agora se você buscar um círculo de pessoas onde, no nosso contexto aqui, existam ex-portadores de pânico (eu, por exemplo. hehe), pessoas que realmente tiveram esse sucesso contra crises de pânico, você automaticamente e a nível até mesmo inconsciente terá atitude e comportamento das mesmas.

Como está seu círculo de pessoas agora? Pessoas que sofrem diariamente com crises de pânico ou pessoas que já se livraram dessa questão? Como são seus pensamentos diários? Positivos? Negativos? Novamente, como está seu círculo de pessoas? Pense nisso, e MUDE.

Puxando o gancho para a auto responsabilização

Novamente, a culpa é SUA por andar com esse círculo de pessoas. #Vixi… Agora complicou!

Parou pra pensar nisso também? É um negócio “muito doido”, mas ao mesmo tempo parece duro de pensar que tudo a culpa será sua, mas vamos usar outras palavras, você que é o responsável pelo resultado ser gerado ou não, seja ele positivo ou negativo. Melhorou, né? Não é mais tão duro.depende_de_voce

Se o resultado DEPENDE de você, por que raios você vai esperar outra pessoa? Faz sentido isso pra você ou ainda você tem crença limitante a respeito? É ÓTIMO que o resultado dependa de você, assim realmente só vai depender de você pra chegar lá!  Você pode sim utilizar a ajuda de outras pessoas nesse processo, mas quem será o responsável pelo esforço e dedicação SERÁ VOCÊ!

Aproveito pra compartilhar contigo uma metáfora que eu uso muito, e que fez todo sentido pra mim e fará pra você e que inclusive fez muito sucesso quando lancei a série de vídeos gratuitos da primeira turma do meu curso Desafio do Ex-Portador, em Maio de 2015.

Se as coisas não estão bem no seu mundo interior, elas não estarão bem no seu mundo exterior.

Qual é seu próximo passo então depois de entender o conceito de Auto Responsabilização?

Bom, o seu próximo passo é analisar é começar analisando 4 fatores essenciais:

1. Quem são as pessoas que você anda e como elas pensam?

Faça uma análise de quem está no seu círculo de pessoas e busque se misturar com pessoas que já tiveram sucesso contra o que você passa, se isso não for possível, situações semelhantes ou que tenham pensamentos de pessoas vencedoras! Eu quero, eu posso, eu consigo!

2. Como está a SUA alimentação?

Vai ver você está ingerindo muito estimulante! Evite alimentos estimulantes (café, coca-cola, energéticos, chá-mate, chá-verde, chocolate) e evite tb bebidas alcoólicas!

3. Analise a forma que você respira. É… Isso mesmo

Não sei se você sabe, mas a respiração pode causar também as crises de pânico. Ué? Como assim? Isso se dá ao fato de quando você faz um negócio chamado Hiper-ventilação que é quando você respira rápido demais a nível consciente ou inconsciente ao ponto de estimular os mesmos sintomas de quando você corre 100 metros sem parar na maior velocidade! Mãos suadas, calor, tonteira, coração acelerado e você se assusta achando que é uma crise, e como você já passou por esse episódio antes, acaba estimulando a crise e emitindo o sinal pro seu corpo que você está em perigo e precisa lutar ou fugir dali. Loucura, né?

Opte por realizar a respiração diafragmática mais suave e demorada. Para fazer isso, jogue o ar direto para a sua barriga e não deixe que infle os pulmões. Inspire pelo nariz devagar e solte o ar pela boca, tb devagar…

4. Você não vence o medo ficando na defensiva. A Cura do medo é a ação. Enfrente os seus!

Você precisará ENFRENTAR o seu medo. Passo a passo, pouco a pouco. Experimente dar um passo de cada vez em busca de vencer o seu medo.
Exemplo: Tem crises de pânico em lugares alto? Experimente se sentir confortável aos poucos em lugares baixo e vá subindo cada andar gradualmente, sempre enfrentando o seu medo. Em outras palavras, não tente correr uma maratona sem treinar antes. 😉

Ações Diferentes, Resultados Diferentes. Pergunta: Você tem feito as mesmas coisas sempre e esperado resultados diferentes?

Já parou pra pensar que isso é loucura, né? Fazer a mesma coisa sempre e esperar que isso melhore. Experimente fazer coisas novas para ter resultados novos. O que você pode fazer de novo pra melhorar isso? Ler um livro? Ver um vídeo novo? Colocar algo em prática? O que??

É isso aí! Eu confio e acredito em você e por isso estou aqui. Se eu posso, você também pode!

Quer me ajudar a ajudar mais pessoas? Até mesmo o seu parente ou conhecido?

Se você gostou desse post que fiz com muito carinho, eu peço que compartilhe com o máximo de pessoas que você puder para que mais pessoas possam ser beneficiadas com esse material e diminuam ou até mesmo eliminem os seus sofrimentos! Posso contar com você? Já deixei até os botões de compartilhamento aqui na página pra você compartilhar no seu facebook, twitter, google plus… Faça isso agora mesmo, mas ainda não acabou. Tenho um último pedido.

Quer receber mais conteúdo que eu tenho pra mandar sobre controle de crises de pânico e que não estão publicados no blog?

É simples. Para quem se cadastra na minha lista vip e gratuita de acompanhamento por e-mail, disponibilizo vídeos, artigos, mini-cursos gratuitos e muito mais que é totalmente do seu interesse. Se você só sofre com ansiedade normal, lá no topo do site tem um outro formulário de cadastro, use aquele. Mas se você passar por estados de crises de pânico e quer aprender realmente a controlar de vez e viver uma vida plena, eu convido você nesse momento a se cadastrar aqui abaixo por que tenho bastante conteúdo pra te mandar e que não está publicado aqui no blog. Que tal? Cadastra aí na lista e aguarda meus e-mails. É rápido e gratuito.

Crises de Pânico? Receba o Meu Material ESPECIAL para Controle e Eliminação!

Para receber minhas dicas gratuitas, aulas ao vivo, vídeos, mini-cursos e até mesmo meus programas mais avançados quando eu abro vaga, cadastre-se abaixo gratuitamente. >

A Mesma Mente Que Te Traz Sintomas Físicos de Ansiedade é a Mesma Que Te Bloqueia Financeiramente
Avalie esse artigo

O Poder da Mente para Criação de Riqueza

Eu sei que dinheiro é um assunto polêmico e de princípio você pode achar que não tem a ver aqui com o Projeto Instituta, mas me dá um voto de confiança agora que eu prometo corresponder as expectativas.

Antes de eu chegar no ponto, eu quero que você entenda que assim como os sintomas físicos de ansiedade que são produzidos por nossos pensamentos, a prosperidade financeira, dívidas, criação de riqueza, também tem a ver seu mindset financeiro. A maneira que você pensa, vê e enxerga sobre o mundo. Suas crenças racionais e irracionais. E não apenas isso, existe uma fundamentação por trás disso

Talvez uma de suas crenças nesse momento é: “O que o Vini(um jovem) está querendo me falar sobre prosperidade financeira? Eu tenho X anos e não atingi ainda ou minha vida é muito difícil… Ele não tem experiência pra tal.” Calma que eu prometo chegar nesse ponto ainda nesse post e prometo corresponder as expectativas, está tudo bonitinho aqui escrito pra você nessa sexta-feira chuvosa em SP, Capital aqui na Mooca.

E eu confesso que não serei a pessoa que irá te ajudar com esse assunto dessa vez, e sim uma pessoa que eu admiro muuuuuito mesmo e que um dos seus livros (O Poder da Ação) impactou MUITO a minha vida e eu até já comentei nos meus e-mails essa pessoa é o querido Master Coach Paulo Vieira que é presidente da FEBRACIS (Federação Brasileira de Coach Integral Sistêmico) que preparou um material inédito que eu mesmo estou acompanhando. Mas ainda não acabou, continue lendo. 🙂
Nessa série de vídeos, esse treinamento gratuito que está realmente fantástico, ele vai te passar técnicas, ferramentas, conceitos de como prosperar financeiramente em tempo recorde. E eu, também estou acompanhando porque isso é do meu interesse, mas há um outro ponto que eu quero explicar a respeito desse compartilhamento de conteúdo.
Uma das dicas que o Paulo deu que fez muito impacto na minha vida financeira, foi poupar 10% dos meus rendimentos dos meus negócios para PROSPERAR e não para ocasiões de problemas. E isso tem sido muito útil e válido pra mim e tenho sentido uma enorme diferença.
Eu também estou acompanhando essa série de vídeos e confesso que já estou na expectativa pra assistir o vídeo 2.
E PORQUE eu estou compartilhando isso com você sobre assuntos financeiros?
Aqui no Projeto Instituta eu recebo centenas de relatos de pessoas com problemas financeiros, problemas de prosperidade, dívidas, falta de dinheiro e até problemas familiares por tal. Você se identifica? Independente de qual seja seu caso, suas crenças, hoje nessa sexta-feira chuvosa em SP eu trago pra você esse material exclusivo e inédito que eu mesmo estou acompanhando para transformar a sua vida financeira.
O Paulo que é um homem bem sucedido, presidente da FEBRACIS, escreveu diversos livros, mais de 10 mil horas em atendimentos como Coach e ele mostra uma ciência exata pra criação de riqueza que ELE validou e transformou sua vida financeira e elevou para um outro patamar. E agora ele está compartilhando isso com a audiência dele, e como esse é um ponto que a minha audiência também passa por dificuldades, eu fiz questão de escrever esse post fazendo essa recomendação para assistir essa série de vídeos gratuita.
Hoje tenho 20 anos de idade(Faço niver dia 28/10 – quero bolo, hein?) e lido com empreendedorismo desde os 15 anos, tenho negócios no mundo físico e digital mas o fato de ser bem remunerado, não quer dizer que estou criando riqueza. Como ao contrário, não quer dizer que uma pessoa cheia de dívidas, não pode começar a criar riqueza. Eu realmente gostaria que você assistisse esse vídeo 1 do Paulo pra entender como você pode se superar financeiramente, seja lá onde você ou eu estamos hoje.
Agora sim faz sentido o motivo que estou compartilhando isso com você. Então, assiste aí. Acredito que dinheiro é um assunto que interessa a todos, mais especificamente, como criar riqueza, prosperidade. Afinal, até hoje não conheci uma pessoa que falou “VIni, eu quero ter uma vida difícil”.
Se você está lendo essa mensagem agora a noite, certamente irá dormir bastante pensativo depois de ver esse vídeo. Não ignora não pq realmente pode mudar seu mindset esse primeiro vídeo da série de 4 vídeos.
PS: Essa série de vídeos exclusiva e gratuita não ficará por muito tempo no ar, é importante que você assista o quanto antes. Em breve encaminharei o vídeo 2 pra você, se tiver interesse. Não esqueça de deixar seu comentário lá que o Paulo está respondendo e aguardando pelo o seu. 🙂
Gratidão,
Vinícius Tadeu
Coach Pessoal, Ex-Portador de Pânico, Empreendedor.
Fundador do Projeto Instituta – Contra Estados Ansiosos
www.instituta.com.br
www.viniciustadeu.com.br

Agora Junte-se à mais de 3.200 pessoas que acompanham o Projeto Instituta. É gratuito.

Faça parte do nosso grupo VIP e gratuito por e-mail e receba os melhores conteúdo para estados ansiosos, sucesso pessoal, autoconhecimento, transformação e desenvolvimento pessoal. Faça parte! Inscreva-se agora mesmo abaixo, é gratuito.>